Caipimé – A caipirinha com mel

Caipirinha com mel

Tava na hora de uma receita de drink brasileiro, não tava, não? Já falei de drinks com base de Gin, Vodka e Rum. Agora vou para a mais brasileira das bebidas depois do álcool Zulu. A famigerada caipirinha. E olha, caipirinha é coisa complicada, hein? Vai muito do gosto de cada um as quantidades dos ingredientes. O negócio é ir provando.

Mas eu tinha que ser diferente. Sim, sou de Campinas. Tinha que dar uma afrescalhada na caipirinha. Mas que fique claro: Caipirinha é COM LIMÃO! Se não tem limão mas tem outras frutas, não é caipirinha, me desculpem. Nada de “capirinha de maracujá”, “caipirinha de kiwi”, nada disso. E outra: é com CACHAÇA! Com vodka é “caipiroska” e com outro destilado é outra coisa, e não caipirinha. Por isso eu sempre fico revoltado quando peço uma caipirinha no bar e nego me pergunta: “de cachaça, senhor?” ou “de limão, senhor?”. Caipirinha é de cachaça e com limão. Ponto e não se fala mais nisso.

Voltando. Minha “caipora” é diferente. É com mel! E, olha. Fica bom demais.

Dificuldade: Médio (você vai ter que ir experimentando para saber se está do seu gosto)

Copo: Caipirinha ou algum oldfashioned.

INGREDIENTES

– 2 limões (não me venha com “limãos”);
– 2 doses de cachaça;
– 1 colher de sopa de açúcar
– 1 colher de sobremesa de mel bem servida;
– gelo.

PREPARO

Se você não gosta daquele gostinho amargo do limão (amargo, não azedo), você pode tirar a casca. É ela quem amarga a bebida. Corte em quatro e coloque na coqueteleira. Adicione o açúcar e soque bem o limão pra soltar todo sumo. Esquente o mel junto com uma colher de sobremesa de água, dissolva bem e depois misture o limão na coqueteleira. Se não fizer isso, o mel vai endurecer e não vai misturar com o resto da bebida. Adicione a cachaça, o gelo e misture bem.

Se quiser, decore com algumas cascas de limão ou uma rodela na borda.

Bão, bão, muito bão, né, Hupert?

Publicado em Cachaça | Com a tag , , , , , , | 2 comentários

Bolo de laranja super fácil

 

bolo de laranja

Lanche da tarde pede um bolinho com café e com essa receita vapt-vupt, você nunca mais precisará recorrer ao bolo de caixinha. Anote aí:

INGREDIENTES

– 1 laranja picada (sem sementes e com casca)
– 2 xícaras (chá) de açúcar
– 2 xícaras (chá)de farinha de trigo
– 4 ovos
– 1 xícara (chá) de óleo
– 1 colher de sopa de fermento em pó

PREPARO

Bata a laranja, os ovos e óleo no liquidificador. Acrescente açúcar e a farinha de trigo e bata novamente. Quando a massa estiver homogênea coloque o fermento em pó e bata por alguns segundos. Despeje a massa em uma forma untada e asse em forno pré-aquecido a 180°. O tempo para que o bolo asse completamente depende de cada forno, aqui em casa demora por volta de 35 minutos.

Agora tire um tempinho pra você e saboreie o bolo que acabou de sair do forno ;).

Publicado em Bolos, Pratos | Com a tag , , | Deixar um comentário

Gin Daisy – Um drink de mocinha

Gin Daisy

Vi esses dias em “How I Met Your Mother” (s2e10), Marshall falando que ele acha o mundo muito injusto por ele não poder beber os coquetéis de mulher. Aqueles bem docinhos, suaves, geladíssimos e que dá vontade de tomar uma garrafa PET de 2 litros do drink. Mas se você não liga pro que pensam de você ou se não perde a oportunidade de fazer de você mesmo a piada do dia, por que não beber?

O mais famoso e mais propício a alvo de piada é o “Sex on the beach”, mas sobre esse drink vou falar outro dia. Hoje é dia de um coquetel que é drink de mocinha até no nome. “Gin Daisy”!

Juro, eu poderia ter um suprimento ininterrupto disso. É muito gostoso! O bom é que é docinho, ou seja. Você já vai tratando a bebedeira com glicose simultaneamente. Tá, você não trata nada, então, beba com moderação (se conseguir).

O Gin Daisy, como o nome mesmo diz, tem base em gin, esse destilado de ervas, raízes e frutinhas exóticas do mundo todo é uma das coisas mais deliciosas que já provei em termos de destilados. O xarope de romã, mais conhecido como Grenadine, tem um sabor muito bom também e você acha em qualquer empório ou supermercado mais ajeitadinho. A junção desses dois é fantástica.

Nível de dificuldade: Fácil.

Copo: On The Rocks.

INGREDIENTES

– 2 partes de Gin;
– 1 parte de suco de limão fresco (se possível o limão siciliano, mas se não tiver, serve o tahiti);
– 1 parte de água com gás;
– 1/2 parte de Grenadine (não vai trocar por groselha, pelo amor de Deus!);
– gelo em cubos pequenos ou quebrados (não triturado);
– rodela de laranja para decorar.
 

PREPARO

Em uma coqueteleira, adicione o gelo, o gin, o suco de limão e a Grenadine. Não coloque a água com gás, por favor! Misture bem e despeje no copo. Adicione a água com gás e mexa para misturar. Por fim, decore com a rodela de laranja. A Grenadine é bem doce, então o drink vai ficar no sabor correto.

E quando eu estiver bebendo esse sangue de Afrodite, pode me chamar de viado quanto quiser. To nem escutando. o/

Publicado em Gin | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Strogonoff de frango

strogonoff_de_frango

No post anterior falei um pouco sobre a intolerância à lactose, a gente sabe como é ruim ter de abrir mão de algumas maravilhas cheias de lactose como o creme de leite, por exemplo. Pensando nisso, em quem está de dieta ou está brigando com o colesterol, apresento uma receita deliciosa de strogonoff com o creme de soja.

Se você não tem problema algum e deseja fazer a receita tradicional, apenas substitua o creme de leite de soja por uma lata de creme de leite comum e cuidado com a temperatura da panela, se ela estiver muito quente o creme de leite comum talha.

Strogonoff de frango

Ingredientes

– 500 g de filé de frango em tiras
– 1 cebola picada
– Azeite ou óleo de canola
– Sal a gosto
– Pimenta-do-reino moída na hora
– ¼ de xícara (chá) de conhaque
– 1 colher (chá) de molho inglês
– 1 colher (sopa) de mostarda
– 2 colheres (sopa) de catchup
– 200 g de champignons
– 1 caixinha de creme de leite de soja Naturis

Modo de Preparo

Em uma panela coloque azeite ou óleo de canola e doure a cebola, junte o frango, tempere com o sal e a pimenta. Despeje o conhaque, espere aquecer e incline a frigideira para que o conhaque incendeie. Aguarde acabar a chama. Junte os champignons, tampe a frigideira e deixe por alguns minutos. Acrescente o molho inglês, a mostarda e o catchup, misture bem. Abaixe o fogo, deixe por cerca de 5 minutos, com a frigideira tampada. Incorpore o Creme de Leite de Soja e retire do fogo após 5 minutos.

Muita gente torce o nariz para os produtos à base de soja, mas garanto que você irá aprovar esta receita simples e muito gostosa!

Publicado em Frango | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Sem Lactose

Hoje, pensando nas milhares de pessoas que, assim como eu, sofrem de intolerância à lactose, resolvi fazer um resumo sucinto dos itens que não possuem ou tem uma quantidade reduzida de lactose. Gostaria, também, de ajudar a identificar o problema.

 A intolerância à lactose é a incapacidade de digerir lactose. Seus sintomas são um incômodo no diário e podem ocorrer de 30 minutos até duas horas após a ingestão de produtos lácteos, são eles: Inchaço abdominal, cólicas, diarreia, gases e náusea.

Bom, vamos à listinha de alguns produtos que podem te ajudar a resolver ou amenizar os efeitos da intolerância:

Contém Baixo Teor de Lactose

Leite com baixo teor de lactose (Indico o Zymil da Parmalat)
Iogurte com lactobacilos vivos
Leites fermentados (Yakult)
Queijos maturados (como o queijo parmesão)
Chocolate meio-amargo / amargo
Margarina

Sem Lactose

Leite condensado de soja
Creme de leite de soja (Indico o Naturis, da Batavo. Nessa mesma linha existem outros produtos que podem substituir os convencionais. O iogurte de soja é muito gostoso, só não recomendo o flan que, sinceramente, me fez sentir estar comendo papel.)
Creme Vegetal (semelhante à margarina)
Doce de soja
Chantilly Vegetal
Iogurte à base de soja
Leite de soja
Leite de cereais (arroz, aveia)
Leite de coco
Pão francês
Pão de forma integral
Biscoitos integrais
Maionese caseira
Manteiga
Tofu
Cacau em pó

Linha Naturis da Batavo. Produtos à base de soja.

Sempre consulte a embalagem do produto, pode ser que algum deles sofra variação com a inclusão de algum item com lactose.

Se você sofre com os sintomas da intolerância à lactose, consulte seu gastroenterologista e viva bem!

Gordidshes também é informação 😉

Referência – Site Minha Vida
Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , | 2 comentários

Piña Colada – Arriba, Puerto Rico!

Piña ColadaQuando se fala em Porto Rico a gente lembra de Ricky Martin, Menudos, calor, praia, Benicio Del Toro e um batalhão de gente invadindo os Estados Unidos. Mas Puerto Rico nos deu algo muito maior, muito melhor, muito mais rico (eu não podia deixar de fazer o trocadalho). Sim, ela, a Piña Colada!

A origem da Piña Colada tem ‘várias variedades’ de versões. A mais antiga diz que foi inventada por um pirata portorriquenho chamado Roberto Cofresí y Ramírez de Arellano, que misturava rum, abacaxi e coco, essa misturinha dos Deuses, e dava pra ‘galerê’ do navio ficar animada. E olha, animava, viu!

Em 1979 a bebida se popularizou no mundo todo depois que Rupert Holmes gravou esta belíssima canção chamada “Ecape (The Piña Colada Song)”.

httpv://www.youtube.com/watch?v=w5_EIikdFr8

Hupert sensualiza demais, não?

Pois vamos à clássica receita da famigerada Piña Colada.

Nível de dificuldade: Fácil

Copo: Coquetel 285ml

INGREDIENTES

– 30ml de Rum (pelo menos Bacardi, né?);
– 30ml de leite de coco;
– 30ml de xarope de açúcar ou (eu prefiro) leite condensado;
– 125ml de suco de abacaxi (sem açúcar)
– Gelo em cubos ou picados;
– 1 pedaço de abacaxi com casca para decorar.

PREPARO

Sem segredo. Coloque todos os ingredientes numa coqueteleira (sem o pedaço de abacaxi, ‘fazfavor’) e agite mais que surra de bunda. Despeje no copo de coquetel sem coar. Decore com o pedaço de abacaxi e um canudo. Delícia, fantástico. É a Piña Colada.

E aí? O que achou, Hupert?

hupert-holmes

Publicado em Rum | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

Saladas – Molho Francês

Molho para salada - Molho francês

O verão está um pouco distante, porém o calor chegou antes. Com as temperaturas elevadas o melhor é dar preferência às refeições leves.

Esse é o momento em que você pensa: Lá vem a Ilanna sugerir que eu coma mato sem graça. Entendo que pra muitos a palavra “salada” soa como tortura, mas a verdade é que alguns toques podem tornar vegetais mais atrativos, o molho é um deles.

Nessa salada usei o molho francês, que vai muito bem com folhas verdes, abacate e vegetais picados. Anote aí:

Ingredientes:

– 2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
– 2 colheres de mostarda dijon
– 6 colheres de sopa de azeite extravigem
– Sal e pimenta do reino

Modo de preparo:

Coloque o vinagre e a mostarda numa tigelinha ou num recipiente com tampa e bata/chacoalhe para misturar bem. Acrescente o azeite e bata/chacoalhe novamente. Prove e acrescente mais vinagre se necessário. Tempere com sal e pimenta e misture de novo.

Pronto! Uma saladinha refrescante e (sim) bem gostosa pra aguentar esse calorzão de meu Deus. Bom apetite!

Publicado em Saladas | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

Blue Lagoon – Tá calor?

Blue Lagoon Drink

Nosso inverno acabou rápido, né? Frio uns dias e pelo jeito, calor de rachar mamona o resto do ano. Fica difícil tomar algo que não seja cerveja pra dar uma refrescada. Mas quem disse que só cerveja resolve? E quem não gosta de cerveja (como eu)? Blue Lagoon resolve bonito essa dúvida tão desesperadora.

O nome é uma homenagem ao filme ícone dos anos 80 com Brooke Shields, que de refrescante não tinha nada.

brook shields blue lagoon

Mas vamos ao que interessa. Há algumas versões pra esse drink com duas bases diferentes (gin ou vodka). Eu gosto mais da versão com suco de limão, mas fica à sua escolha.

Tipo de copo: Conhaque.

Receita 1

INGREDIENTES

– 30ml (quase uma dose) de Gin. Recomendo Bombay Sapphire ou Tanqueray;
– 10ml de Curaçao Blue. Há muitas marcas no mercado, mas pelo amor de Deus, nada de Bols ou Stock!
– H2O Limão;
– 1 rodela de limão para decorar;
– Gelo em cubos;

PREPARO

Em uma coqueteleira, coloque os cubos de gelo, o gin, e o curaçao. Misture bem. Despeje na taça e complete com o H20 e mexa de leve para misturar. Sirva com canudo e a fatia de limão para decorar.

Receita 2

INGREDIENTES

– 1 parte de Curaçao Blue;
– 3 partes de suco de limão siciliano;
– 6 partes de vodka. Lembre-se. A qualidade dos ingredientes é que vão te livrar daquela dor de cabeça.
– Gelo em cubos;
– 1 rodela de limão para decorar.

PREPARO

Em uma coqueteleira, junte o gelo, o suco de limão e a vodka. Misture bem e despeje na taça. Sirva com canudo e a fatia de limão para decorar.

Agora é só aproveitar. Delícia pra impressionar a ‘gatchénha’ na beira da piscina ou pra fazer um agrado pra amansar a dona onça em casa.

Cheers!

Publicado em Gin, Vodka | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

Spaghetti al ragu

Spaghetti al ragu

Um dia desses resolvi fazer meu spagetti al ragu para o Bruno que nunca havia comido essa iguaria, ele gostou tanto que repeti a dose na mesma semana, só que dessa vez o ragu serviu de molho para o gnocchi da fortuna. Nosso amigo André comeu e aparentemente adorou, por esse motivo resolvi compartilhar a receita com vocês.

Apresentarei dois preparos para o mesmo ragu, pois convencionalmente ele exige muito tempo de cozimento e a carne deve ficar macia a ponto de desfiar com muita facilidade. Infelizmente, não é sempre que temos horas e horas disponíveis para cozinhar, nesse caso existe uma opção mais rápida e igualmente saborosa do ragu.

RAGU DE CARNE

  • 400g de carne em cubos (sugiro acém ou patinho)
  • 200ml de vinho tinto seco (nada de usar chapinha ou sangue de boi, hein?)
  • 500ml de caldo de galinha
  • 2 latas de tomates italianos pelados ou 8 tomates  sem pele e sem sementes
  • 1 cenoura em cubinhos pequenos
  • 1 talo salsão picado em fatias finas
  • 1 cebola pequena picada
  • Mix de pimentas moídas (vermelha, verde,do reino e branca )
  • 1 colher de café de páprica doce (nas receitas tradicionais não se usa o mix de pimentas ou a páprica, mas não resisto um bom tempero)
  • Um dente de alho picado em lâminas
  • Azeite

MODO DE PREPARO

Temperar a carne com a pimenta e a páprica e reserve. O sal já existe no caldo de galinha, mas corrija se necessário.

Em uma panela (uma boa panela de fundo grosso) coloque o azeite e frite a cebola, deixe dourar e acrescente o alho, a cenoura,  o salsão e espere até que estes fiquem macios. Coloque a carne na panela e cozinhe por mais ou menos 5 minutos, acrescente o vinho e aguarde até evaporar. Junte o tomate e o caldo de galinha. Cozinhe em fogo baixo.

E agora, meus amigos, paciência! A carne deverá cozinhar até ficar desmanchando (no mínimo 2 horas).

Escolha sua massa preferida, aqui uso o spaghetti. O ragu também pode ser usado como porção com pão italiano. Fica muito gostoso!

RAGU DE CARNE RÁPIDO E FÁCIL

Em uma panela de pressão coloque o azeite, cebola, alho, cenoura, salsão e frite um pouco. Acrescente a carne cozinhe por alguns minutinhos com o vinho. Adicione todos os outros ingredientes (o caldo de galinha deve ultrapassar todos os ingredientes em 3cm) tampe  a panela e deixe cozinhar por 45 minutos e Voilà!

Publicado em Massas | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

Chegamos chegando!

Comer e beber é uma arte. E não significa ser gordo. Não significa medidas avantajadas, obesidade mórbida nem roupas XXL. Você pode ser magro que nem sombra no chão faz, mas adorar uma comilança. Assim como não precisa ser bêbado pra curtir uns ‘bons drink’ de vez em quando. Mas se quiser, nada te impede de ser um gordo-bêbado também, contanto que seja um gordo-bêbado feliz.

Uma das coisas que a gente mais gosta é receber os amigos em casa com mesa farta. A Ilanna é a nossa Chef, e eu estou me especializando nos drinks. Ou seja, o bartender. Mas não só o bartender. Sou também o fotógrafo dos comes e bebes. Não resisto a um prato bonito ou um coquetel bacanudo. Corro pegar a câmera (mesmo que seja o celular) vou fotografar.

Foi aí que a ideia de fazer esse blog surgiu. Temos coisas deliciosamente deliciosas de gostosas pra mostrar e democratizar. Então, por que não? Afinal, comer e beber é o elixir da vida, né não?

Espero que gostem e acompanhem sempre este despretensioso blog, mas que será cuidado com muito carinho e dedicação minha e da Ilanna.

E como dizem os comerciais de cerveja: Aprecie com moderação. A gente não quer vocês reclamando pra gente que engordaram ou que encheram sua cara de creme dental porque estavam bêbados.

Cheers!
Bruno Silva

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário